Conteúdo do blog

Conteúdo do blog

domingo, 7 de dezembro de 2008

Sopro de otimismo

Imagem do Google
Iniciarei, hoje, a publicação de alguns poemas que escrevi na minha adolescência. Utilizarei o marcador "Poemas de uma adolescente". Vejamos o primeiro:

Hoje, amo a vida. Por quê?
Não sei explicar a razão.
Retiro tudo o que disse até então.
Pode ser uma fase,
Já que falta base.
Mesmo assim,
Despejarei a tristeza
Que até ontem hospedei.
Tentarei mudar,
E olhar em frente.
Plantarei a semente
Para depois alastrar.
Superarei os complexos.
Serei dinâmica, corajosa,
menos nervosa.
Todos ficarão perplexos...
Sendo eu mesma, outra serei.
Estacionei...
Desapareceu a inspiração.
Talvez seja a canção
Que escuto - conhecido é o som...
Concentro-me nas palavras e no tom:
Fala de morte quando penso em viver.
Por sorte, e apesar dos percalços,
Jamais desejei morrer.
Copyright © Josselene Marques

2 comentários:

max william disse...

josselene ta perfeito esse poema!!!
muito BOm!!
é um dos melhores q eu ja vI!!!
e olhe q eu sou um otimo apreciador de versos!!!

ta lindo ,espetacular!!
pode começar a fazer o livro com todos seu poemas !!

Selene disse...

Muito obrigada pelo gentil comentário e pelo estímulo.
Escrevi estes versos quando tinha a sua idade e passava por aqueles conflitos existenciais próprios da adolescência. Felizmente esta fase já passou, mas restou este poema que é a prova de que sempre podemos tirar algo positivo de tudo - até dos momentos ruins. Concorda?