Conteúdo do blog

Conteúdo do blog

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

24.12.08 - Missa do Galo

Foto: Dirce Trepichio


Na noite de Natal, acontece a Missa do Galo.

Você sabe por que esta celebração recebeu esse nome?

Porque é o galo que anuncia o novo dia e assim anuncia a chegada do dia de Natal.



Fonte: Canção Nova

3 comentários:

Nogueira disse...

No início do século 19,o mundo, sob o impacto da guerra, observava apreensivo a marcha de NapoleãO.Ao mesmo tempo.bebês continuavam nascendo.
Em 1809,entre as batalhas de Trafalgar e Waterloo,William E. Gladstone nascia em Liverpool, Inglaterra;Alfred, o Lorde Tennyson,em Somersby,Inglaterra; Oliver Wendell Holmes em Cambridge,Massachusetts;Felix Mendelssohn em Hamburgo; Alemanha e Abraham Lincoln em Hodgenville,Kentucky.As mentes das pessoas estavam preocupadas com batalhas e não com bebês.Contudo,quase 200 anos depois,há alguma dúvida sobre quem prestou maior contribuição para a história- as batalhas ou os bebês?
Assim foi com o nascimento de Jesus. As multidões em Belém não tinham idéia de que o filho de Deus dormia naquela pequena cidade.Somente alguns pastores vieram para vê-lo e partiram dando glórias a Deus.
Ah, como necessitamos resgatar um pouco do momento maravilhoso da vinda daquela criança ao mundo! Ele veio a este mundo castigado pela guerra de egoísmo e pecado com um propósito- morrer em sacrifício por nossos pecados. O perdão que Ele oferece satisfaz profundamente nossos corações. Jesus é verdadeiramente um presente eterno.Você já recebeu,pela fé,esse presente?
O PRESENTE MAIS PRECIOSO PARA UM MUNDO AGONIZANTE É UM SALVADOR PARA RESTAURÁ-LO.

Thelma Elita disse...

A partir do ano 330, a Igreja celebra, em Roma, o nascimento de Jesus a 25 de dezembro. Porque é o dia do solstício do inverno romano. Porque nesse dia do nascimento do sol, os pagãos festejavam o natal do Deus-Sol – Natalis Invictus. Por isso, os romanos passaram a celebrar, nesse dia, a festa da posse do Deus-Imperador. Por isso, o Imperador Constantino, cristão, substituiu as festas pagãs, com um sincretismo do culto ao Sol e ao Imperador. Instituiu a Festa de Natal do Sol da Justiça e da Luz do Mundo, Jesus Cristo.
Como preparavam a festa do Sol, com as festas pagãs de 17 a 24 de dezembro, chamadas Saturnais, assim surgiu o Tempo do Advento, para preparar o Natal de Cristo.

No século IV, a comunidade cristã de Jerusalém ia em peregrinação a Belém, para celebrar a Missa do Natal na primeira vigília da noite dos judeus, na hora do primeiro canto do galo, mencionado por Jesus na traição de Pedro (Mt. 26,34 e Mc 14,68.72).

Por isso, a Missa da meia noite no Natal, se chama Missa do Galo, do primeiro canto do galo. Essa missa do galo é celebrada, em Roma, desde o século V, na Basílica de Santa Maria Maior. Pois, o galo,tam bém publica o nascer do sol. E o galo passou a simbolizar vigilância, fidelidade e testemunho cristão. Por isso, no século IX, o galo foi parar no campanário das igrejas.

Mons. Arnaldo Beltrami – vigário episcopal de comunicação - Vicariato da Comunicação

Beijos..

Josselene Marques disse...

Nogueira:

Obrigada, amigo, por seu rico comentário. Eu já recebi este presente eterno sim. Não fosse por Ele, a vida na Terra não teria sentido para mim.
Feliz Natal! Um abraço em Rosa.

Thelma:

Obrigada por sua contribuição. Ela só enriqueceu o meu post.

Abração, amiga!